• Pedro Mendes

5 Motivos para aprender a fazer um planejamento tributário para empresas

Atualizado: Mai 28


O Planejamento Tributário para empresas é certamente a única maneira possível e dentro da lei que permite às pessoas jurídicas aliviar a pesada carga tributária brasileira. As estatísticas confirmam o que o dia a dia dos empreendedores já deixa claro: o pagamento de impostos consome uma elevada fatia do faturamento, chegando a representar incríveis 32,3% do Produto Interno Bruto nacional.


Nós contadores antes de abrirmos uma empresa para nosso cliente devemos fazer um planejamento para saber em qual melhor forma de tributação a optar. E de tempos em tempos é ideal fazer esse planejamento novamente para saber se ainda compensa estar nessa forma de tributação.


Confira 5 Motivos pelo qual desde já, devemos fazer um planejamento tributários nas empresas que prestamos serviços.


1. Redução de custos


Tendo o planejamento tributário para empresas como referência, os custos fixos podem ser consideravelmente reduzidos, melhorando a saúde financeira como um todo.


Os custos percebidos no pagamento de impostos diminuem após algumas medidas, como a mudança de regime tributário. Pode ser que você acredite que o Simples é a única opção para o seu negócio, mas nem sempre isso se confirma.


Contudo, mudar de regime é algo que exige muita preparação, bem como a atuação direta de um contador ou o apoio de uma assessoria tributária.

2. Prevenção de autuações


A mão do fisco costuma ser bastante pesada com empresas que não observam os prazos para declaração de IRPJ ou que não cumprem com as obrigações acessórias. Você sabia que, caso uma empresa deixe de apresentar a Escrituração Contábil Digital (ECD) por mais de um ano, deve pagar multa de R$ 60 mil?


O descumprimento dessas obrigações é mais comum em empresas que não contam com profissionais dedicados a organizar e adequar o calendário de pagamentos de impostos e tributos. Sendo assim, há mais um motivo para você pensar seriamente em contar com uma equipe especializada.


3. O planejamento favorece o aproveitamento de créditos fiscais


Mais do que diminuir o pagamento dos impostos, o planejamento tem o papel de ajudar a recuperação de créditos fiscais. Indústrias, por exemplo, podem aproveitar o IPI ou o PIS/Cofins, dentro de certas condições.


Até mesmo o pagamento exagerado de impostos gera créditos, que levam a uma tributação reduzida no curto e médio prazo.


Porém, esses elementos só são identificados com organização e diligência, o que é obtido com a ajuda desse elemento.


4. Ajuda a simplificar a contabilidade


Esse recurso ajuda a colocar em dia tudo o que precisa ser feito quando o assunto é o pagamento de impostos. Ele pode dar origem, por exemplo, a um calendário com todos os pagamentos e valores que devem ser feitos.


Mais do que isso, a escolha do melhor regime tributário, normalmente, elimina algumas obrigações acessórias e diminui o número de processos.


Com isso, há uma simplificação do processo de contabilidade, o que faz com que as tarefas nesse sentido demandem menos esforços.



5. Maior valorização dos seus serviços


Sim! Você viu nos 4 itens anteriores que o cliente só tem a ganhar com um planejamento tributário bem feito. Com isso ele terá muito mais confiança em seus serviços e assim será mais valorizado, podendo até cobrar honorários maiores para os serviços.


Fazendo o planejamento tributário de forma correta você só tem a ganhar.


Mas para conseguir fazer esse planejamento, você irá precisar de algumas ferramentas.


Trago aqui pra ajudá-los um planilha do EXCEL de Planejamento Tributário.


Ficou interessado? CLIQUE AQUI





Pedro Pereira Mendes Junior

CRC-RJ 126098-O

CPF: 058.710.257-81

Rua Acre, 77 - Centro - Rio de Janeiro

Entrega Imediata

Fique por dentro das novidades, e aprenda o simples nacional  na prática!